Carlos Bica

Carlos Bica

About

Carlos Bica nasceu no Brasil em 1973. Estudou técnicas de violão com o violonista Argentino Eduardo Castañera, e análise musical e interpretação com o compositor brasileiro Flávio Oliveira. Participou de master classes com violonistas de diversas nacionalidades, entre eles os uruguaios Eduardo Fernandez e Abel Carlevaro, o Alemão Frank Bungarten, o argentino Eduardo Isaac e o italiano Flávio Sala .
Estreou aos 16 anos, versando o repertório clássico de todas as épocas e estilos. Apresentou concertos de Vivaldi ao lado da Orquestra Filarmônica Brasileira e atua realizando master classes nas universidades e conservatórios brasileiros.
Tem realizado recitais nos principais teatros do Brasil. Como professor de violão, tem desenvolvido trabalhos de música de câmara com o quarteto de violões Orphenica Lira, formado por alunos seus. Gravou seu primeiro disco Contemporâneo Latino aos 20 anos, no qual interpreta obras de compositores latino-americanos. Também gravou DVD no Teatro São Pedro, em 2004, com obras de Narvaez, Villa-Lobos e Albeniz, No mesmo ano gravou DVD com o compositor Rached Karketi, de Hamburgo/Alemanha. Tem realizado recitais em Rádios e televisões no Brasil e Uruguai.
Realizou recitais de música de câmara em duo com a soprano Elenara Nunes e com o pianista Carlos Morejano; também em quarteto, com instrumentistas da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre. Realizou estréia de obras de compositores como a Toccata 1 de Fernando Mattos, a Canção Terna do compositor carioca Nicanor Teixeira e A Velha Nogueira de James Liberato, escrita para flauta, violão, contrabaixo e violoncelo, tendo como flautista convidado João Batista Sartor. Numa temporada de concertos de vanguarda teve a participação do Artista Plástico Paulo Bacedônio, que realizou uma pintura enquanto o violonista tocava. Também neste gênero de recitais, participaram atriz Jória Lima, que fez leitura dos Poemas de William Shakespeare enquanto eram interpretadas obras de John Dowland, e a Bailarina Gilca Lobo, que desenvolveu coreografia para Astúrias de Isaac Albeniz. Participou de diversos projetos governamentais de música, dentre os quais, “Música ao meio-dia”, do Teatro São Pedro, “Reinauguração do Mercado Público de Porto Alegre” e foi o solista do “Vino de honor ao Cônsul Iñigo de Palacio España”. Foi laureado com a medalha Lupicínio Rodrigues por seu trabalho de divulgação da música brasileira, como recitalista.

Classical Guitarrist